Marketing pessoal refere-se a um conjunto de ações que você toma para ser notado de forma positiva. Ele é essencial para quem deseja se tornar um profissional reconhecido no mercado e valorizado em seu segmento de atuação.

Embora seja algo essencial, o marketing pessoal muitas vezes fica esquecido. Se, por um lado, alguns têm medo de falar sobre seus diferenciais e conquistas, outros exageram na comunicação e são reconhecidos como arrogantes.

O meu desafio hoje é mostrar a você os principais motivos para investir em marketing pessoal e como encontrar o ponto de equilíbrio para construir sua reputação online. Vem comigo?

Marketing pessoal é mesmo importante?

Imagine-se como uma marca ou um empreendimento. Como as pessoas saberão que você pode ajudá-las? Que você está disponível para essa tarefa? E mais: que você tem a qualificação certa para solucionar uma série de problemas?

Somente se você provar isso para elas, correto? E qual a melhor maneira de dizer ao maior número de pessoas do que você é capaz? Construindo sua autoridade online.

Se você tem um bom marketing pessoal, atrai mais oportunidades, parcerias e, até, investimentos. Também amplia sua rede de contatos, conquistando a chance de mostrar suas competências.

Além disso, desenvolve maior credibilidade, pois uma comunicação assertiva é capaz de influenciar a percepção dos demais sobre você. Percebeu como o marketing pessoal é importante?

Melhores práticas para um marketing pessoal de sucesso

Agora que você já conhece a importância do marketing pessoal, certamente está se perguntando sobre como colocá-lo em prática. E sabe o que é melhor? Não é muito difícil.

Seja proativo

Esperar que as pessoas reconheçam seu valor sem se esforçar nem um pouquinho é contar com a sorte. Algo que nem sempre está do nosso lado, certo? Então, nada de ficar parado.

Crie um blog pessoal para compartilhar suas conquistas e utilize ativamente redes sociais, como o LinkedIn. Nesses canais você conseguirá divulgar os seus projetos, causas, conteúdos relevantes e construir um bom networking.

Ajude os demais

Uma boa maneira de fazer o marketing boca a boca trabalhar a favor da sua reputação online é ajudar os outros. Muitos grupos no Facebook, por exemplo, são criados para compartilhar melhores práticas sobre uma determinada atividade.

Inscreva-se nesses grupos, compartilhe aquilo que você sabe e ajude as pessoas a crescerem junto a você. Quando um terceiro precisar de ajuda, seu nome será lembrado primeiro.

Comunique-se de forma assertiva

Fazer marketing pessoal não é adotar jargões técnicos da sua área e sair falando por aí. Muito pelo contrário. Se você deseja ser reconhecido e valorizado pelas pessoas, torne as coisas simples.

Uma comunicação clara e assertiva, focada na resolução de problemas, ajuda o próximo e transforma você em uma referência.

Nunca pare de estudar

Ser autoridade em um assunto significa entendê-lo em profundidade. Pode ser algo muito específico, como marketing para instituições de caridade ou, então, a coleção de figurinhas das “balas Zequinha”.

Não interessa o tema ou o nicho de mercado, mas, sim, o quanto você entende dele. E, para saber muito sobre algo, você precisa estudar constantemente.

Só podemos ser autoridade naquilo que compreendemos totalmente ou, ao menos, vivenciamos regularmente em nosso dia a dia. E esse é um fator imprescindível quando precisamos investir em nosso marketing pessoal.

Gostou dessas dicas? Então curta a página da Elore no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário