Segmentar consiste em dividir em pequenos grupos, indivíduos que tenham os mesmos gostos e necessidades, que buscam um produto ou serviço com características e funcionalidades parecidas, delimitando assim, para quem seu anúncio, oferta ou conteúdo produzido vai aparecer como uma solução para suas necessidades. E, a partir dessas frações você poderá elaborar um plano de marketing com campanhas mais assertivas, sobre as preferências dos mesmos.

O objetivo é que você conheça seu público, e assim crie boas campanhas, e conhecendo os tipos de segmentação existentes, saiba aplicar e usar cada uma da melhor maneira a favor do seu negócio.

 

“Na hora de produzir o marketing do seu negócio digital, qual público deve ser sua prioridade?”

 

Em resumo, a probabilidade de alguém que se interessa pelo seu tipo de produto ver sua campanha e provavelmente consumi-lo torna-se maior quando essa mesma campanha é direcionada para as suas necessidades percebidas.

O direcionamento e foco em um alvo definido aumentam a probabilidade de acertos, diferentemente de quando se “atira em todas as direções”.  O conhecimento sobre seu público vai te ajudar a segmentar cada vez melhor, tornando suas ofertas, produtos e campanhas mais assertivas, tanto no campo de atuação quanto no direcionamento dos leads certos.

Pensando nisso, leve em consideração algumas particularidades na hora de captar essas informações e qualificar seus leads. Isso vai permitir que você elabore uma segmentação eficaz, como por exemplo:

  • Comportamento e interesses de compra;
  • Qual material o lead acessou e qual a profundidade dos conteúdos;
  • Perfil do lead e cargo de atuação;
  • Em qual segmento seu lead atua.

Segmentar para conquistar o público certo, na hora certa.

É importante conhecer  as segmentações e saber explorá-las da melhor maneira,  pois as possibilidades são incontáveis. Alguns criam campanhas acreditando que quanto maior a quantidade de leads maiores serão suas vendas.  Mas, ao ser direcionado ao funil de vendas após sua conversão, é a estratégia e personalização da qualificação que vai direcioná-lo ao fundo do funil, e a chance da compra ser efetuada é maior.

Segmente seus anúncios para os motores de buscas

Uma das maiores ferramentas de publicidade online, o Google Adwords é atualmente a ferramenta mais lembrada e usada na hora de anunciar um produto ou serviço através de campanhas pagas onde é possível segmentar cada campanha por público. Uma  plataforma de publicidade do Google, onde anúncios são exibidos através de links patrocinados, ao ser realizada uma busca por assunto, através de desktops ou dispositivos móveis.

Não só a verba destinada para isso, mas o tempo também se torna mais produtivo e lucrativo. Você deixa de “tentar adivinhar” os números relacionados a procura pelo seu negócio e passa a trabalhar com dados reais.

 

# Geograficamente

Escolha desde o idioma aos países, uma determinada região e até cidade onde você acredita que seus clientes estão em maior quantidade. Por isso, concentre suas campanhas onde já sabe que seus clientes estão. Lembre-se que seu negócio online não se limita a barreiras geográficas, por isso vale a pena anunciar para todo o país.

O Adwords, por exemplo, determina para quem veicular seu anúncio com base nos critérios:   

  • O domínio do Google que as pessoas usam
  • O termo de pesquisa
  • O endereço IP do computador delas (que pode estimar o local geográfico correspondente)
  • A preferência de idioma definida para o Google e os idiomas dos sites que elas visitaram no passado

 

# Demograficamente

Alto poder de segmentação, pois direciona as campanhas para um perfil de público restrito, o que qualifica o tráfego, atingindo compradores em potencial, podendo-se restringir por:  faixa etária, gênero, escolaridade, religião entre outros.                        

 

# Público / Interesse

Seus anúncios serão exibidos para pessoas realmente interessadas em comprar seu produto, independente do local que estejam navegando em busca dele,  assistindo vídeos ou por aplicativos e, não  necessariamente, diretamente ligado aos itens de seu interesse. Ou você pode expor novamente um anúncio já veiculado, para um lead que já acessou em algum momento seu site/plataforma através das listas de remarketing.

 

Lista de Remarketing, você sabe o que é?

Remarketing é utilizado para leads que já visitaram seu site em algum momento e saíram por algum motivo. Sabendo disso, é mais fácil criar seus anúncios, definir seus lances, ou selecionar palavras-chave.

Quando um lead se retira do seu site deixando assim de comprar seu produto, as listas de remarketing de anúncios da rede de pesquisa, auxiliam a manter a sua conexão entre esses compradores em potencial, enquanto os mesmos navegam por outros websites fazendo o bom e velho “boca a boca”.

 

Sabia que o Google verifica a qualidade do seu produto?

O Google verifica a qualidade e importância de tudo que é publicado, selecionando assim os anúncios com conteúdos mais relevantes. Essa qualidade, é dada às palavras-chaves, adquiridas pelos anunciantes dos links patrocinados, tornando essas palavras, os itens mais importantes quais anúncios e em qual posição ficarão.

Para descobrir o índice de qualidade do seu produto, e alinhar o anúncio criado ao público destinado e melhorar sua posição no AdWords, siga esse passo a passo  

Acesse a aba “palavras-chave > clique em “colunas” > “personalizar colunas” > por último clique em “atributos” e procure por “índice de qualidade”.

 

# Dispositivo

É importante exibir seus anúncios em todos os dispositivos disponíveis utilizados pelos clientes, assim, as chances de alcançar seu público serão bem maiores. Com o Adwords, inclusive, é possível saber por quais dispositivos, seus leads costumam  acessar seu site.

Se você observar que a maior parte do seu público, visita seu site através de smartphones que possuem telas menores e exigem mais organização de tamanho e  design, você deve considerar isso ao elaborar seus anúncios.   

 

7 Dicas para criar uma boa segmentação

  1. Planejamento é a alma do negócio. Faça isso com cautela e observe todas a possibilidades.
  2. Faça uma análise do produto que irá vender e quais oportunidades que ele proporciona.
  3. Conheça seu produto, e em qual nicho de mercado  ele se encaixa, para então conseguir entender sua capacidade, e quanto ele pode crescer
  4. Observe com atenção no mercado, quais áreas ainda não foram exploradas. É lá que você deve focar seus esforços, pois é um produto novo em um mercado que não está saturado.
  5. Faça pesquisas de opinião, para conhecer seu público, ou seja, quem realmente compra seu produto, e criar mecanismos de atração.  
  6. Observe e analise constantemente seu produto. Pergunte-se a si mesmo se o que você está oferecendo é suficiente, interessante e se atende as necessidades de quem o compra. Tenha um olhar crítico sobre seu negócio com o intuito de aperfeiçoá-lo, para prestar um serviço de qualidade a quem confiou e comprou.
  7. Depois de pronta, crie o hábito de observar continuamente suas palavras-chave, taxas de rejeição e tempo que  seus visitantes permanecem em seu site. Quando julgar necessário faça ajustes, isso vai alinhar seus objetivos a sua quantidade de vendas.

 

Como já observou, as possibilidades são inúmeras. Com observações constantes, você conseguirá identificar quais combinações dentro das segmentações caem melhor para seu negócio. Por isso a necessidade de observação diária, de acompanhamento. Só assim, os ajustes poderão ser feitos em curtos espaços de tempo, melhorando os resultados, refinando o público visitante do site, consequentemente, aumentando as chances de compra.

 

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Postagens Relacionadas