O termo SEO significa Search Engine Optimizationotimização para mecanismos de busca. É um conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais (orgânicos) dos sites de busca, gerando conversões, sejam elas, um lead, uma compra, um envio de formulário, agendamento de consulta e outros.

Em um mundo em que a web está se tornando imensa demais e onde mais de 90% das experiências online começam com uma pesquisa, aparecer no topo da página dos motores de busca é um fator decisivo para o crescimento do seu negócio, por isso saber e aplicar técnicas e programas de SEO é essencial.

As estratégias de SEO são divididas em duas vertentes: SEO Off Page e SEO On Page.

SEO On Page refere-se a todo fator  configurável  que está dentro do seu site, ou seja, sobre o que você tem controle. Essa otimização gira em torno de diversos fatores que vão desde a escrita de textos com a utilização de palavras-chave relevantes até a parte mais técnica, como a melhoria da performance do seu site.

Neste post vamos focar em alguns elementos essenciais para alavancar o posicionamento de um site realizando otimização interna básica. A configuração destes fatores podem ser realizadas nos sistemas de edição das páginas de seu site ou blog, como os ofertados por plataformas como o WordPress, Blogger, Wix, etc; ou diretamente no código HTML.

Abaixo, listei alguns dos principais fatores de hanckeamento que otimizarão suas páginas.

 

Como posicionar um site?

#1 – Crie urls amigáveis

Para acesso a uma página web é necessário um endereço de rede que identifique o caminho até o conteúdo, esse endereço ou link, quando customizado, também pode ser chamado de slug, uma expressão para definir um caminho amigável, um link fácil de ler e entender.

Uma url amigável é composta pelo domínio, onde o ideal é usar domínios próprios com registros nos padrões mais conhecidos como: .com, .com.br, .net, etc; e pelo caminho de acesso as páginas dentro do site.

A configuração de slugs está extremamente ligada as técnicas de SEO, apesar de sua relevância causar maior impacto no fator humano e não nos algoritmos usados pelos motores de busca de forma direta. Ainda assim, considerando que o objetivo do SEO é mostrar às pessoas o que é relevante, o que elas querem ver, esse fator é essencial para otimizar suas páginas pois aumentam a credibilidade. Não existe nada que cause maior desconfiança do que acessar páginas em que as urls são compostas por números e letras desordenadas.

Assim, seguem algumas dicas para você usar na edição dos slugs:

 

Dica 01: Crie slugs direcionados

No texto das urls coloque informações que representem o assunto do conteúdo da página, utilizando os termos relevantes, palavras-chave, principalmente no começo do texto. Isso aumenta as possibilidades de sua página ficar bem posicionada para as palavras certas.

 

Dica 02: Não use termos comuns

Para otimizar seus slugs, remova palavras comuns, como: a, o que, como, são, ou, etc … Esses termos não são analisados pelos motores de busca, então o melhor é retirá-los.

Quanto mais curto e mais focado na palavra-chave melhor será o slug, maior será a possibilidade de otimização de sua páginas nos rankings de resultados.

 

 

#2 -Use palavras-chave estratégicas

O uso das palavras-chave é o principal fator de otimização de sites, pois são os instrumentos de busca utilizados pelos usuários analisados pelos sistemas de busca. Logo, devem existir nos sites que pretendem aparecer como resultado das mesmas.

Exemplificando, ao pesquisar pela palavra “SEO” vejam o resultado que o Google trouxe:

 

Observe que as palavras-chave definidas para uma determinada página informam aos motores de busca o conteúdo principal tratado.

Algumas dicas para otimizar o uso deste fator:

 

Dica 01: Conheça bem seu público

Para poder definir as palavras-chave da sua página, você precisa saber exatamente os interesses do seu público e que termos ele utilizaria para uma pesquisa que resultasse na sua página.

 

Dica 02: Ferramentas práticas

Existem algumas ferramentas que encontram palavras-chave relevantes, como por exemplo: o  Google Keyword Planner – O “planejador de palavras-chave” do próprio Google vinculado ao Google Adwords para otimizar campanhas;  ou o Google Trend e o Über Suggest, ferramentas gratuitas que a partir de um termo verificam quais as principais pesquisas realizadas.

 

Dica 03: Use palavras-chave de cauda longa (long-tail keywords)

Não use apenas palavras genéricas, combine-as com termos mais específicos que, apesar de gerarem menos tráfego resultam em mais conversões pois são pesquisadas por um público focado.

 

 

#3 – Crie Títulos Magnéticos

Sabemos que todo site ou página web é construída com base em códigos HTML que estruturam todo o conteúdo. Os motores de busca dos sites de pesquisa são programados para procurar em partes específicas desses códigos os termos pesquisados e assim eles entendem que aquele site é o que o usuário está procurando.

Esse processo acontece exatamente com a tag Title, um código padrão de páginas web que guarda o título da página. Logo, se você quer que sua página seja exibida como resultado relevante em pesquisas é necessário que as palavras-chave do conteúdo da página em questão estejam contidas no título.

Algumas dicas para otimizar o uso deste fator:

 

Dica 01: Como escolher um título relevante?

  • Insira a palavra-chave selecionada na parte inicial do título;
  • Um título ideal deve ter de 50 a 65/68 caracteres, pois é o limite lido pelos motores de buscas, além disso, esse é o número máximo exibido nas telas de resultados:

Evite repetir a palavra-chave de forma não natural. Uma vez é suficiente;

  • Cada página deve ter um título exclusivo. Seja criativo e evite repetições.

 

Dica 02: Ferramentas práticas

Assim como para palavras-chave, existem ferramentas que auxiliam na elaboração de títulos relevantes, como por exemplo, a Blog Topic Generator da HubSpot que lhe sugere até 5 opções de títulos para até três palavras chaves escolhidas. Outra ferramenta interessante é a Headline Analyzer que faz uma análise do seu título e pontua sua relevância.

Você também pode ler o post 6 dicas infalíveis para você criar títulos magnéticos e aprender técnicas infalíveis para elaboração de títulos matadores.

 

 

#4 – Capriche no Conteúdo

Não podemos esquecer que todos os preparativos de atração de novos leads com o uso de palavras-chave e bons títulos são para entregar conteúdo, seja um post, um e-book, um infográfico ou um anúncio, logo, a garantia da qualidade do texto é tão essencial quanto os fatores que o nomeiam.

Para a composição do texto é importante que você insira nele a palavra-chave da sua página, isso traz relevância na otimização e dá credibilidade ao conteúdo, mas atente para que isso ocorra de forma natural, pois deve existir sentido no conteúdo elaborado e a mesma deve estar inserida dentro de um contexto.

Vale a pena ressaltar que o seu conteúdo de texto deve ser coerente também com o título, tanto em contexto quanto em expectativa. Não adianta nada criar um super título, atrair inúmeras visitas e não entregar um conteúdo relevante e de qualidade, isso só causará uma experiência ruim ao usuário que pode nunca mais retornar a sua página.

 

Dica 01: Aplique as técnicas de Webwriting

Webwriting é um conjunto de estratégias para desenvolver um texto com um conteúdo estrategicamente escolhido que, segundo o consultor de Informação e comunicação digital, Bruno Rodrigues, há quatro princípios básicos na escrita para a web:

Persuasão: criar mecanismos de interesse pela informação produzida, e muito além de pensar em um texto ‘bem escrito’, que é condição sine qua non;

Objetividade: dar aos usuários os aspectos da informação que o leitor deseja, sem ‘despejar’ detalhes desnecessários;

Visibilidade: tentar trabalhar com ‘camadas’ em um site, oferecendo informações aos poucos, porém sem criar uma estrutura muito profunda;

Navegabilidade: usar a informação como recurso de orientação em um site, ajudando o usuário a cruzar informações e produzir conhecimento.

 

 Dica 02: Ferramentas práticas

Uma ótima ferramenta para a análise do seu texto é a Grammarly, uma extensão gratuita para o Google Chrome que faz correções de texto e gramática. Leia o post Os 7 erros de português que você jamais deve cometer para que você nunca caia nesses erros.

 

 

#5 – Use UX e AI

Apesar de serem listadas como técnicas separadas ao SEO, UX, User Experience, e AI, Arquitetura da Informação, são estratégias matadoras para subir no ranking de buscas.

Com os avanços do meio web, a oferta de melhores produtos tem sido o foco das grandes empresas, incluindo o Google. Hoje, os motores de buscas tornaram-se mais inteligentes procurando entregar não só os melhores resultados mas, principalmente, uma ótima experiência ao usuário. Nesse contexto, as técnicas de UX e AI se encontraram com as de SEO para nunca mais se separarem.

A experiência do usuário é vista como diferencial competitivo quando comparada a preço, assim como, a organização da informação permite ao usuário achar facilmente o que procura. Ambas têm a finalidade de proporcionar ao usuário uma boa navegação e consequentemente uma boa usabilidade, facilitando a sua vida como usuário e gerando aos motores de buscas impacto positivo no posicionamento do seu site.

Por isso, questões como facilidade no uso, uma boa linkagem interna, interfaces adaptadas para dispositivos móveis ou o tempo baixo de carregamento das páginas são fatores que impactam diretamente no hanckeamento da sua página.

 

 

#6 – Use Sinais Sociais

Este é um fator polêmico e que divide opiniões em relação a sua relevância no hanckeamento junto aos motores de buscas, por isso o deixei em última posição na lista.

Já ouvi várias opiniões em relação a essa questão, algumas afirmam que os sinais sociais, compartilhamentos e curtidas no Facebook e Instagram, tweets no Twitter, pins no Pinterest, e outros, influenciam diretamente no bom posicionamento de um site, pois aumentam a presença online, geram autoridade de domínio e fazem com que os motores de buscas considerem aquela página como uma referência no assunto.

Já alguns especialistas em SEO afirmam que, considerar variáveis tão inconstantes como números em redes sociais, que hoje podem estar em alta e amanhã podem sair totalmente de moda, seria muito arriscado para se utilizar em algoritmos tão complexos.

Sobre essa questão gosto de pensar que “é melhor pecar por excesso do que por falta”, e usar ao máximo os sinais sociais em minhas páginas. Assim, listei algumas dicas de como otimizar o uso deste fator:

 

Dica 01: Participe das redes sociais

Para que você utilize este fator e aumente a relevância do seu site é necessário possuir contas ativas nas redes sociais com publicações ou postagens com links às suas páginas, você naturalmente estará criando backlinks de qualidade, links externos recebidos por outros sites ou páginas na web.

Listei os principais sites que os motores de busca consideram como sinais sociais:

  • Facebook
  • Google+ (Google Plus)
  • Twitter
  • Reddit
  • StumbleUpon
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Youtube
  • Linkedin
  • Dentre outros

 

Dica 02: Coloque botões de compartilhamento no seu site AGORA!

A relevância do uso destes botões em suas páginas é a possibilidade de deixar ao alcance do seu leitor, cliente ou seguidor a possibilidade de registrar sua opinião em suas redes sociais de forma rápida e fácil. Algumas plataformas de páginas web como o WordPress possuem plugins próprios para isso, por exemplo o Custom Share Buttons with Floating Sidebar.

 

Dica 03: Utilize os sinais sociais como moeda de troca

Essa é uma dica super interessante, pois você pode exigir de seus seguidores que, para que os mesmos recebam um determinado conteúdo ou acesso a uma página, e-book, vídeo, seja necessário o compartilhamento da página nas redes sociais. Isso pode ser aplicado utilizando-se, também, plugins como por exemplo, o Social Locker.

O objetivo desses plugins é fidelizar o seu público em qualquer rede social.

 

Ufa! Quanta informação.

Espero que você tenha compreendido o que é SEO e a importância dele no sucesso do seu negócio online. Logo teremos novos posts que nos ajudarão a mergulhar nesse mar de perguntas e respostas, até lá indico a leitura do manual básico de SEO disponibilizado pelo próprio Google, com dicas que vão desde medidas básicas na estrutura do texto até a forma certa de promoção de sites.

 

Postagens Relacionadas